XVIII Simpósio Brasileiro de
Geografia Física Aplicada

11 a 15 de junho 2019

Fortaleza - CE

Hotel Praia Centro

Fábrica de Negócios
11 a 15 de junho 2019
Dias
:
Horas
:
Minutos
:
Segundos

XVIII SBGFA

A Universidade Federal do Ceará - UFC, por meio do Programa de Pós-Graduação em Geografia do Departamento de Geografia e do Programa de Pós-graduação em Ciências Marinhas Tropicais do Instituto de Ciências do Mar- LABOMAR, organizará o XVIII Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada- XVIII SBGFA, no período de 11 a 15 de junho 2019, na cidade de Fortaleza-CE. O SBGFA conta com o apoio na organização dos Programas de Pós-Graduação em Geografia da UECE e de Pós-graduação em Desenvolvimento em Meio ambiente da UFC.

A temática escolhida, Geografia Física e as Mudanças Globais pretende, a partir de uma perspectiva holística, oferecer ferramentas teóricas e práticas para discutir as questões referentes à vulnerabilidade, incertezas, causas, adaptação e mitigação dos problemas ambientais, sociais, culturais e econômicos advindos das mudanças globais e às bases dos acordos internacionais. Este tema é importantíssimo no contexto brasileiro e especialmente no Nordeste, região que sediará o evento.

Dessa forma, os temas das conferências e palestras do XVIII SBGFA, além de contemplarem as áreas de conhecimentos tradicionais da geografia física trazem discussões importantes na escala global, a exemplo dos impactos socioambientais na Amazônia, qualidade e acesso as águas potáveis em países em desenvolvimento, segurança alimentar, geração de energia, consequências geoecológicas, zonas costeiras, desertificação, eventos climáticos extremos, degradação dos solos, riscos e desastres naturais, territorialidades, manejo e conservação. Com igual importância são inseridas temáticas sobre o ensino da geografia física no ambiente escolar, geoarqueologia, geocronologia, geodiversidade e unidades de conservação.

A geografia física pode contribuir de forma efetiva com o conhecimento científico interdisciplinar, técnicas, tecnologias e sugestões para futuras ações dos tomadores de decisão do governo, das empresas e da sociedade civil. Esperamos que o evento proporcione o fortalecimento das sinergias entre os grupos de pesquisa do Brasil e do Mundo.

Sejam Bem-Vindos ao SBGFA-2019!
Comissão organizadora

Eixos

A Climatologia no contexto dos estudos da paisagem e socioambientais

Coordenadores de Eixos:

Profa.Dra. Maria Elisa Zanella  (UFC)

Prof.Dr. Emerson Galvani (USP)

Prof.Dr. Paulo Roberto Silva Pessoa (UECE)

O clima na dinâmica da paisagem; clima urbano; clima e saúde; clima e agricultura; clima e recursos hídricos; a climatologia e as novas tecnologias. Teoria e metodologias em climatologia; mudança, variabilidade e ritmo climático e extremos climáticos. Qualidade do ar urbano. Consequências das mudanças climáticas no campo e cidades.

Dinâmica e gestão de bacias hidrográficas

Coordenadoras do Eixo:

Profa.Dra. Juliana Maria Oliveira Silva (URCA)

Profa. Dra. Andrea Almeida Cavalcante (UECE)

Rios e processos fluviais. Monitoramento fluvial como ferramenta no controle de inundações e secas. Experiências metodológicas em grandes e pequenos sistemas fluviais. A importância do entendimento dos processos na gestão de bacias hidrográficas tecnologias aplicadas a gestão de bacias hidrográficas. Aplicações.

Geoarqueologia, geodiversidade e patrimônio natural

Interface da Geografia Física aplicada à investigação arqueológica e geológica através de suas problemáticas, abordagens, métodos, técnicas e dados. Apresentar seus usos na investigação cronoestratigráfica, paleoambiental, de formação do registro arqueológico, de interação homem-meio e de conservação. Refletir sobre suas aplicações como vetores de desenvolvimento social, patrimonial, científico e turístico.

Geocronologia, estudos paleoambientais e mudanças globais

Coordenadores de Eixos:

Prof. Dr. Frederico de Holanda Bastos (UECE)

Prof.Dr. André Augusto Rodrigues Salgado (UFMG)

Geomorfologia estrutural; neotectônica; geomorfologia cárstica; geomorfologia climática; geocronologia e geomorfologia fluvial, morfotectônica; morfopedologia; geomorfologia do quaternário aplicação de novas metodologias e técnicas de reconstituição ambiental.

Geotecnologias e modelagem aplicada aos estudos ambientais

Coordenadores de Eixos:

Prof. Dr. Daniel Dantas Moreira Gomes (UPE)

Prof.Dr. Marcus Vinicius Chagas da Silva ( Labomar-UFC)

Sistemas de informação geográfica, técnicas de análise geoespacial e de dados obtidos por sensoriamento remoto na modelagem espacial e no mapeamento de sistemas ambientais. Tecnologias de levantamentos aerofotográficos com VANT, utilização de geofísica e sistemas de lidar nos estudos da paisagens e riscos, desenvolvimento e uso de aplicativos (app) para mapeamento e monitoramento ambiental, geotecnologias aplicada ao ensino e extensão, geotecnologias e modelagem aplicadas ao planejamento ambiental, ordenamento e gestão territorial. Levantamento, organização, atualização de banco de dados e desenvolvimento de SIG na Internet.

Metodologias para o ensino da geografia física no ambiente escolar

Coordenadoras do eixo:

Profa.Dra. Isorlanda Caracristi (UVA)

Profa. Dra. Dirce Suertegaray (UFRGS)


A Geografia no contexto das reformas atuais dos Ensinos Fundamental e Médio. Reflexões a respeito dos avanços metodológicos nos processos de ensino-aprendizagem das disciplinas de Geografia Física nos cursos de formação superior em Geografia. Metodologias para o ensino de conteúdos da Geografia Física

Paisagens semiáridas: estrutura, dinâmica e adaptação

Coordenadores de Eixos:

Profa.Dra. Vládia Pinto Vidal (UFC)

Prof. Dr. Jader de Oliveira Santos (UFC)

Bases teórica-metodológicas e parâmetros naturais do semiárido, dinâmica natural do semiárido, as paisagens do semiárido e os ambientes de exceção, usos da terra e resiliência do meio natural, degradação/desertificação, redimensionamento do semiárido, tecnologias de convivência com o semiárido.

Riscos e desastres naturais

Coordenadores do Eixo:

Prof.Dr. Davis Pereira de Paula (UECE)

Profa.Dra. Bianca Carvalho Vieira (USP)

Métodos e técnicas de pesquisa em riscos e desastres naturais, envolvendo temas como: gestão de riscos e desastres naturais; mapeamento de áreas de risco, prevenção e mitigação de desastres naturais; métodos e técnicas de avaliação de riscos ambientais; vulnerabilidade a desastres naturais; fatores de risco ambiental e ordenamento do território; riscos e desastres associados a movimento de massas; risco climático e desertificação; SIG na análise do risco e dos desastres naturais.

Solos, paisagens e degradação

Coordenadores do Eixo:

Profa. Dra. Simone Cardoso Ribeiro (URCA)

Prof.Dr. Flávio Rodrigues do Nascimento (UFC)

A relação Geografia Física x Pedologia nos estudos da paisagem e da degradação ambiental. Relação solo x planta x água. Os processos interativos entre pedologia e geomorfologia ou entre superfícies geomorfológicas e solo para o monitoramento ambiental; Geoquímica dos solos; mapeamento pedológico e morfo-pedológico, e sua importância aos estudos sobre degradação das paisagens. Conservação dos solos e das paisagens à mitigação da erosão e da degradação.

Territorialidades, conflitos e planejamento ambiental

Coordenadores de Eixos:

Profa.Dra. Adryane Gorayeb (UFC)

Prof.Dr. Raul Reis Amorim ( UNICAMP)

Territórios de comunidades tradicionais, étnicas e/ou em níveis de vulnerabilidade socioambiental, soberania territorial e processos de mobilização, diagnóstico participativos, plano local de desenvolvimento sustentável, agenda 21, estratégias de garantia de direitos e justiça ambiental, elementos estruturantes de poder e cartografia social. Tecnologias e metodologias aplicadas a mediação de conflitos, análise, planejamento e gestão ambiental.

Unidades de conservação: usos, riscos, gestão e adaptação às mudanças globais.

Coordenadores de Eixos:

Prof.Dr. Fábio de Oliveira Matos  (Labomar-UFC)

Prof.Dr. Gilberto de Miranda Rocha (UFPA)

Papel das Unidades de Conservação no planejamento e gestão ambiental integrado em sistemas terrestres e marinhos brasileiros, frente aos usos e impactos antrópicos e às mudanças climáticas globais. Metodologias aplicadas na implantação, avaliação, monitoramento e manejo de UCS.

Zonas costeiras: processos, vulnerabilidades e gestão

Coordenadoras de Eixos:

Profa.Dra. Lidriana de Souza Pinheiro (UFC)

Profa.Dra. Flávia Moraes Lins de Barros (UFRJ)

Aspectos físicos das Zonas Costeiras, com ênfase nos processos morfodinâmicos, hidrodinâmicos, geomorfologia, sedimentologia e geoestruturais. Uso e ocupação das áreas costeiras e marinhas e potenciais alterações na sua dinâmica. Eventos extremos, erosão costeira, poluição, vulnerabilidade costeira e impactos socioambientais em praias, estuários e no mar. Subsídio ao planejamento e gestão costeira e marinha e possíveis implicações frente às mudanças ambientais globais.

II WORKBIO- Workshop de Biogeografia Aplicada

A partir da parceria com a Associação Brasileira de Biogeografia - ABBIOGEO,o II Workshop de Biogeografia Aplicada – II WorkBIO será uma das atrações do XVIII SBGFA. A submissão de Resumos Expandidos e Trabalhos Completos obedecerá o formato do template disponível no site do XVIII SBGFA e deverão contemplar as seguintes temáticas: Teorias biogeográficas e modelos de aplicação em trabalhos de campo e experimentais. Padrões e processos biogeográficos em zonas tropicais e subtropicais. Biogeografia de ambientes semiáridos. Biogeografia cultural. Modelagem ecológica de distribuição de espécies e ecossistemas como ferramenta para o ordenamento territorial. Estudos biogeográficos em áreas protegidas. Estudos sobre monitoramento, dinâmica e conservação de ecossistemas. Classificação, valoração e mapeamento de serviços prestados pelos ecossistemas. Princípios ecológicos e biogeográficos aplicados na recuperação de áreas degradadas. Testes estatísticos e uso de geotecnologias na análise biogeográfica.

COMISSÃO ORGANIZADORA

COMISSÃO CIENTÍFICA

Local

Com localização privilegiada, a Fábrica de Negócios do Praia Centro Hotel está localizado no coração da Avenida Monsenhor Tabosa, famoso centro de compras com cerca de 400 lojas, em frente ao Centro de Negócios Sebrae, próximo à Catedral da Sé, Mercado Central e Centro Cultural Dragão do Mar. Na mesma localização, o hotel Praia Centro está a alguns metros da Praia de Iracema, um dos mais famosos e animados cartões postais da cidade.

Hotel Praia Centro – Fábrica de Negócios

Av. Monsenhor Tabosa, 740 – Praia de Iracema – Fortaleza – CE
CEP: 60.165-010 | Tel.: 85.3083-1122

Clique para Ampliar

PROGRAMAÇÃO

  • Dia 11/06
    Terça-Feira

    8h às 18h

    Minicursos

    • Análise e levantamento de dados aerofotogramétricos utilizando veículo aéreo não tripulado (VANT)

      R$ 100,00

      Ministrante: Prof. Dr. Daniel Dantas Moreira Gomes (UPE)

      Saiba Mais

    • Técnicas Aplicadas à Cartografia Social

      R$ 50,00

      Ministrantes: Prof. Dr. Francisco Otávio Landim Neto (UNIFAP) e Ms. Nátane Oliveira Costa

      Saiba Mais

    • Elaboração de Material Didático para Oficinas de Educação Ambiental

      R$ 50,00

      Ministrante: Prof. Dr. Fábio de Oliveira Matos (Labomar - UFC)

      Saiba Mais

    • Abordagens Teóricas e Práticas em Geoconservação: Roteiro metodológico para o estudo do Geopatrimônio

      R$ 50,00

      Ministrante: Ms. Suédio Alves Meira

      Saiba Mais

    • Ferramentas de Gestão em Unidades de Conservação

      R$ 50,00

      Ministrantes: Ms. Alexandre Caminha e Esp. Karina Teixeira (Analistas do ICMBIO)

      Saiba Mais

    • Geotecnologias Aplicadas à Área da Saúde

      R$ 50,00

      Ministrante: Prof. Dr. Emanuel Lindemberg Silva Albuquerque (UFPI)

      Saiba Mais

    • Geoecologia das Paisagens e Planejamento Ambiental

      R$ 50,00

      Ministrantes: Prof. Dr. José Manuel Mateo e Rodriguez (Universidad de Havana)

    • Sistema de Informações Geográficas (SIG) aplicado à Análise da Paisagem

      R$ 50,00

      Ministrantes: Ms. Davy Braz Rabelo, Ms. Joalana Araújo Macêdo e Bel. Ana Larissa Ribeiro de Freitas

      Saiba Mais

    • Aplicação do método GOD para avaliação de vulnerabilidade natural de aquíferos

      R$ 50,00

      Ministrantes: Dra. Conceição Rabelo Gomes

      Saiba Mais

    • Práticas com OruxMaps

      R$ 50,00

      Ministrantes: Profº Drº Carlos Henrique Sopchaki (UFC)  e Profº Drº Tony Vinicius Moreira Sampaio (UFPR)

      Saiba Mais

    • Uso de técnicas de monitoramento da erosão costeira como ferramenta para gestão do litoral

      R$ 50,00

      Ministrantes: Dr. Eduardo Lacerda Barros (Labomar - UFC) e. Dr. Renan Gonçalves Pinheiro Guerra (SEMA)

      Saiba Mais

    • Curso de GPS Geodésico modo RTK

      R$ 50,00

      Ministrantes: Dr. Francisco Gleidson Gastão (Labomar-UFC) e e MS.Francisco Jailton Nogueira (LABOMAR-UFC)

      Saiba Mais

    • Desenho Geomorfológico

      R$ 100,00

      Ministrante: Prof. Dr. Rubson Pinheiro Maia ( Universidade Federal do Ceará)

      Saiba Mais

    • TÉCNICAS ESTATÍSTICAS APLICADAS EM ESTUDOS DE EVENTOS EXTREMOS DE CHUVA

      R$ 60,00

      Ministrante: Prof. Dr. Jander Barbosa Monteiro (UVA)

      Saiba Mais

    • MAPEAMENTO DE SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS

      R$ 60,00

      Ministrante:  Prof. Dr. Diógenes Félix da Silva Costa – UFRN  

      Saiba Mais

    12h às 17h

    Credenciamento

    18h30 às 21h

    Abertura do XVIII SBGFA

    Palestra Magna: Geomorfologia histórica do semiárido brasileiro: Uma visão do Holoceno a partir das interações da sociedade e paisagem.

    Palestrante:  Antônio Carlos de Barros Corrêa (UFPE)


    Homenagens

    21h

    Coquetel

  • Dia 12/06
    Quarta-Feira

    08h30 às 10h45

    Apresentação de Trabalhos Orais

    11h10 às 12h

    CONFERÊNCIA I: PAISAGEM E GEOGRAFIA FÍSICA: DEBATES TEÓRICOS, PRÁTICAS E TENDÊNCIAS FUTURAS

    Palestrante: Profº. José Manoel Mateo Rodriguez 

    Moderador: Profº. Dr. Edson Vicente da Silva (UFC) 

    12h às 14h

    Almoço

    14h às 16h30

    Mesas redondas

    • Mesa redonda 1: A Climatologia no Contexto dos Estudos da Paisagem e Socioambientais

      Palestrantes: 

      Dra. Meiry Sakamoto (FUNCEME)
      Prof. Dr. Fábio de Oliveira Sanches (UFJF)
      Profa. Dra. Maria Eliza Zanella (UFC)
      Moderadora: Prof. Dr. Emerson Galvani (USP)

    • Mesa redonda 2: Territorialidades, Conflitos e Planejamento Ambiental

      Palestrantes: 

      Prof. Dr. Antônio Jeovah de Andrade  Meireles (UFC)
      Prof. Dr. João Marcio Palheta da Silva (UFPA)
      Prof. Dr. Raul Reis Amorim (UNICAMP)
      Moderadora: Profa. Dra. Adryane Gorayeb (UFC)

    • Mesa redonda 3: Paisagens Semiáridas: Estrutura, Dinâmica e Adaptação

      Palestrantes: 

      Prof. Dr. Marcos José Nogueira de Souza (UECE)
      Dr. Arnóbio de Mendonça Barreto Cavalcante (INPE)
      Prof. Dr. Eduardo Rodrigues Viana de Lima (UFPB)
      Moderadora: Profa. Dra. Vládia Pinto Vidal (UFC)

    • Mesa redonda 4: Zonas Costeiras: Processos, Vulnerabilidades e Gestão

      Palestrantes: 

      Prof. Dr. João Luiz Nicolodi - (FURG)
      Profa. Dra. Luci Cajueiro Carneiro Pereira (UFPA)
      Profa. Dra. Flávia Lins de Barros (UFRJ)
      Moderadora: Profa. Dra. Lidriana de Souza Pinheiro (UFC)

    • Mesa redonda 5: Geoarqueologia, Geodiversidade e Patrimônio Natural

      Palestrantes: 

      Prof. Dr. Astolfo Gomes de Mello Araujo (USP)
      Prof. Dr. Demetrio Mutzemberg (UFPE)

      Prof. Dr. Leonardo José Cordeiro Santos
      Moderador: Dr. Igor Pedroza (IPHAN-CE)

    16h30 às 17h30

    Coffee Break/Exposição de pôsteres

    17h30 às 18h30

    Conferência II: Consequências Geoecológicas das Mudanças Climáticas

    Palestrante: Prof. PhD. Nathaniel A. Brunsell (University of Kansas, EUA)

    Moderador: Prof. Dr. Jader de Oliveira Santos (UFC)

  • Dia 13/06
    Quinta-Feira

    08h30 às 10h45

    Sessões de Comunicações Orais

    11h10 às 12h

    Conferência III: Mudanças Globais e Segurança Alimentar

    Palestrante: Prof. PhD. Christopher Rosin (Lincoln University, Canterbury, Nova Zelândia)

    Moderadora: Profa. Dra.  Adryane Gorayeb (UFC) .

    12h às 14h

    Almoço

    14h às 16h30

    Mesas redondas

    • Mesa redonda 6: Dinâmica e Gestão de Bacias Hidrográficas

      Palestrantes: 

      Prof. Dr. José Cândido Stevaux (UFMS/Câmpus de Três Lagoas)
      Prof. Dr. Naziano Pantoja Filizola Junior (UFAM)
      Prof. Dr. Peter Zeilhofer (UFMT)
      Moderadora: Profa. Dra. Andrea Almeida Cavalcante (UECE)

    • Mesa redonda 7: Metodologias para o Ensino da Geografia Física no Ambiente Escolar

      Palestrantes: 

      Profa. Dra. Sônia Maria Vanzela Castelar (USP)
      Prof. Dr. Marcelo Ricardo de Lima (UFPR)
      Profa. Dra. Dirce Maria Antunes Suertegaray (UFRGS)
      Moderador: Profa. Dra. Isorlanda Caracristi (UVA)

    • Mesa redonda 8: Riscos e Desastres Naturais

      Palestrantes: 

      Prof. Dr. Francisco de Assis Mendonça (UFPR)
      Prof. Dr. Lutiane Queiroz de Almeida (UFRN)

      Moderador:  Prof. Dr. Davis Pereira de Paula (UECE)


    16h30 às 17h30

    Coffee Break/Exposição de pôsteres

    17h30 às 18h30

    Conferência IV - Impactos e Conflitos Socioambientais na Amazônia

    Palestrante: Prof. PhD. François Laurent (Université du Maine, Le Mans, França)

    Moderador: Profa. Dra. Juliana Maria Oliveira Silva (URCA)

    18h30 às 19h30

    Lançamento de Livros

    20h30

    Jantar e Festa de Confraternização (por adesão)

  • Dia 14/06
    Sexta-Feira

    08h30 às 10h45

    Sessões de Comunicações Orais

    11h10 às 12h

    Conferência V: Qualidade da Água e Níveis de Acesso à Água Potável em Países em Desenvolvimento

    Palestrante: Profa. PhD. Mirella di Lorenzo (University of Bath, Inglaterra)

    Moderador: Profa. Dra. Anna Erika Ferreira Lima (IFCE)

    12h às 14h

    Almoço

    14h às 16h30

    Mesas redondas

    • Mesa redonda 9: Geotecnologias e Modelagem Aplicada aos Estudos Ambientais

      Palestrantes: 

      Prof. Dr. Manoel do Couto Fernandes (UFRJ)
      Prof. Dr. Osmar Abílio de Carvalho Junior (UNB
      Prof. Dr. Vitor Matheus Bacani (UFMS)
      Moderador: Prof. Dr. Daniel Dantas Moreira Gomes (UPE)

    • II WORKBIO- WORKSHOP DE BIOGEOGRAFIA APLICADA

      Palestrantes: 

      Profa. Dra. Sueli Angelo Furlan (USP)
      Prof. Dr. Diógenes Felix da Silva Costa (UFRN)
      Prof. Dra. Claudia Câmara do Vale (UFES)

      Prof. Dr. Marcelo Freire Moro (UFC)

    • Mesa redonda 10: Solos, Paisagens e Degradação

      Palestrantes: 

      Prof. Dr. Fábio Soares de Oliveira (UFMG)
      Prof. Dr. Francisco Sergio Bernardes Ladeira (UNICAMP)
      Prof. Dr. Lucas Costa de Souza Cavalcanti (UFPE)
      Moderador: Prof. Dr. Flávio Rodrigues do Nascimento (UFC)

    • Mesa redonda 11: Geocronologia, Estudos Paleoambientais e Mudanças Globais

      Debatedores:

      Prof. Dr. Rubson Pinheiro Maia (UFC)
      Profa. Dra. Rosemary Vieira (UFF)
      Prof. Dr. André Augusto Rodrigues Salgado (UFMG)
      Moderador: Frederico de Holanda Bastos (UECE)

    • Mesa redonda 12: Unidades de Conservação: Usos, Riscos, Gestão e Adaptação às Mudanças Climáticas

      Palestrantes: 

      Prof. Dr. Marcelo de Oliveira Soares (UFC)
      Prof. Dr. Jurandyr Luciano Sanches Ross (USP)
      Prof. Dr. Gilberto de Miranda Rocha (UFPA)
      Moderador: Prof. Dr. Fábio de Oliveira Matos (UFC)

    16h30 às 17h30

    Coffee Break/Exposição de pôsteres

    17h30 às 18h30

    Conferência de Encerramento: Potencialidades e desafios da Geografia Física Brasileira nos estudos das mudanças ambientais globais

    Debatedores:

    Profa. Dra. Selma Simões de Castro (UFG)
    Prof. Dr. Archimedes Perez Filho

    Moderador: Prof. Dr. Antônio Jeovah de Andrade  Meireles (UFC)

    18h50 às 19h50

    Encerramento do Evento

  • Dia 15/06
    Sábado

    Em breve os valores das excursões serão divulgados.

    07h às 19:00h

    Excursões Técnicas

    • Sertão Central (Quixadá)

      Roteiro:

      Saída de Fortaleza às 7:00h. 1ª Parada: (10:30 as 11:00h) Pedra do Cruzeiro (Objetivo: Visualizar diferentes tipos de inselbergs e correlacionar suas feições geomorfológicas com as características petrográficas). 2ª Parada: (11:30 as 12:00h) Açude Cedro (Objetivo: Visualizar inselbergs com feições de faturamento e colapso e associar fácies graníticas com feições geomorfológicas. 13:00 as 14:00h – Parada para Almoço 3ª Parada: (14:30 as 15:00h) Santuário (Objetivo: Análise acerca do contexto estrutural que envolve os tipos de inselbergs em plútons graníticos e suas adjacências.

    • Litoral da Região Metropolitana de Fortaleza

      Roteiro:

      Saída de Fortaleza para Caucaia, com visita a: Icaraí, Iparana, Vila do Mar na Barra do Ceará, Ponte dos Ingleses, Praia do Futuro. Almoço em Sabiaguaba e visita ao Parque Municipal Dunas da Sabiaguaba e ao rio Cocó. Passeio de barco no rio Cocó. À tarde visita à Aquiraz, indo pelo Porto das Dunas até o Iguape/ Barro Preto.

    • Maciços Residuais (Baturité)

      Roteiro:

      Saída de Fortaleza pela BR – 020 até Inhumporanga (Campos Belos) e sobe a serra de Baturité (pela CE-253). Almoça em Guaramiranga e volta por Baturité (CE – 356 e CE – 060). Nesse roteiro fica muito nítido o contraste entre o sotavento e o barlavento em maciços úmidos do semiárido, além de passar ao lado das serras de Juá/Conceição, Maranguape (na ida) e Aratanha (na volta).

    • Sítios de Pinturas Rupestres em Taperuaba (Sobral) e Juá (Irauçuba)

      Roteiro:

      Saída de Fortaleza pela BR-020, passando por Canindé, cruzando Santa Quitéria, até chegar ao distrito de Taperuaba, por onde serão acessadas as vicinais quem levam aos sítios. Nos limites entre os municípios serão visitados dois circuitos com sítios rupestres: Circuito Olinda e Circuito Pedra do Sino. São registros rupestres com grafismo figurativos (zoomorfos), mas principalmente geométricos. Tais circuitos são curtos, com baixo grau de dificuldade de acesso (trilhas planas entre matacões) e com vários painéis. Além do componente arqueológico, há destaque para o ambiente de semiaridez e suas feições erosivas. Em distrito próximo (Aracatiaçu), poderá ser visitado o Olho D’água do Pajé, um local com águas sulfuoras. Em virtude da distância (210km) e da carência de oferta de restaurantes na localidade, o almoço poderá ser realizado na volta, em Canindé. Assim, é necessário levar lanches.

    • Mergulho Livre na Praia de Flexeiras

      Roteiro:

      A praia de Flecheiras situa-se no litoral oeste do Ceará (133km de Fortaleza) e possui extensas piscinas naturais na maré baixa. Área com múltiplas atividades econômicas como o turismo, cultivo de algas, pesca, extrativismo de algas, energia eólica e esportes naúticos. A atividade pode ter uma pequena alteração decorrente da hora da maré baixa. Atividades de mergulho livre (uso de snorkel) por cerca de 1 a 2 horas para conhecer as piscinas naturais, biodiversidade marinha dos recifes e os impactos ambientais. Passeio de barco no estuário do rio Mundaú.

    • Visita à Reserva Extrativista Marinha Prainha do Canto Verde (Beberibe)

      Roteiro:

      A Reserva Extrativista Marinha da Prainha do Canto Verde está situada no litoral leste do estado do Ceará. Possui território com 1617 km² de extensão, distando 120 km de Fortaleza (capital do estado do Ceará).  A RESEX da Prainha do Canto Verde se insere entre campo de dunas fixas e móveis, lagoas temporárias e planícies alagáveis, apresentando como principais atrativos paisagísticos: praia aberta com mar calmo, dunas, coqueiral, lagoas e como destaque a comunidade que tem na pesca artesanal, feita em jangadas, sua principal fonte de renda.

    • Comunidade do Cumbe (Aracati)

      Roteiro:

      Saída de Fortaleza às 7:00h. 1ª Parada: (10:30 as 11:00h) Palhaço da Luciana (Objetivo: Conversa com lideranças da comunidade expondo o modo de vida das famílias e os conflitos territoriais). 2ª Parada: (11:30 as 12:00h)Visitar as dunas e proximidades onde o parque eólico foi instalado e os tanques de carcinicultura (Objetivo: Conhecer os empreendimentos geradores de conflitos na comunidade). 3ª Parada: (12:30 as 13:30h) –Almoço na Palhaça da Luciana. 4ª Parada: (14:00 as 14:30h)Visita ao museu comunitário do Cumbe (Objetivo: Conhecer umas das medidas compensatórios advindas do projeto eólico). 5ª Parada: (14:40 as 16:00) -  Passeio de barco pelo rio Jaguaribe (Objetivo: Conhecer um dos principais recursos naturais presentes no território da comunidade). 4 ª Parada: (16:30) Retorno para Fortaleza. Visita ao Assentamento Sabiaguaba (Itapipoca)

    • Visita ao Assentamento Maceió (Itapipoca)

      Roteiro:

      O Assentamento Maceió foi criado em 1987 com uma área de 5656,83 hectares em área de tabuleiro pré-litorâneo, campos de dunas e faixa de praia. A história da comunidade foi marcada por as lutas para a garantia da terra contra grileiros, mas, ainda na atualidade, a comunidade enfrenta disputas, principalmente na área da praia, onde mantém um acampamento de resistência. O assentamento apresenta grande diversidade de atividades, como a agricultura, o turismo comunitário, pesca, quintais produtivos, produção de algas e a renda de bilros. Nesse roteiro iremos conhecer a história da comunidade apresentada pelos assentados, vamos percorrer o assentamento para conhecer os ambientes naturais (lagoas e dunas), a cultura local (associação de rendeiras e quintais produtivos) e a produção de algas na praia do apiques. O almoço e conversa sobre os atuais conflitos enfrentados ocorrerá no acampamento de resistência da praia.

*Programação preliminar sujeita a alteração

PALESTRANTES

Inscrições

Categoria

Até 08/03/2019

De 09/03/03/2019 a 09/05/2019

De 10/05/2019 até o evento

Estudante de Nível Técnico

R$ 200,00

R$ 250,00

R$ 350,00

Estudante de Graduação

R$ 200,00

R$ 250,00

R$ 350,00

Estudante de Pós-Graduação e docentes do Ensino Fundamental e Médio

R$ 280,00

R$ 330,00

R$ 400,00

Profissional Técnico/Pesquisador/ Docente de Nível Superior

R$ 400,00

R$ 500,00

R$ 600,00



Regras de Inscrições Inscreva-se

TRABALHOS CIENTÍFICOS

Submissão de trabalhos 
10 de setembro a 22 de fevereiro de 2019

Início do pagamento das inscrições 
01 de outubro de 2018

Resultado parcial de aceite dos trabalhos 
A partir de 15 de Fevereiro de 2019

Atenção! Os resultados estarão disponíveis no cadastro de inscrição do autor que realizou a submissão do trabalho na área MEUS TRABALHOS

Prazo final para reenvio de trabalhos aceitos corrigidos 
08 de março de 2019

Lista final de trabalhos com a indicação da modalidade de apresentação (oral ou pôster)
 22 de março de 2019

SOBRE FORTALEZA

Ao chegar em Fortaleza o visitante já pode sentir o clima contagiante da capital cearense, uma das mais vibrantes cidade do país. Metrópole moderna, aqui o sol brilha quase o ano inteiro e reflete no verde-azulado do mar que corre manso sobre suas belas praias.

Fortaleza tem a cara de seus símbolos turísticos: a jangada, a lagosta e o forró, que fazem com que o visitante se sinta em casa, cercado de gente acolhedora e bem humorada.

A força turística da cidade está na sua variedade de ofertas que inclui história, gastronomia, manifestações culturais, entretenimento e muita alegria. É uma efervescência de ritmos, cores e sabores. De segunda a segunda a cidade não para, a movimentação noturna oferece opções para todos os gostos, bolsos e idades.

Enfim, venha a Fortaleza e descubra os encantos da capital da alegria e da diversão que espera você e o seu evento de braços abertos!

Hospedagem e Turismo

Hotel Praia Centro – Fábrica de Negócios

Av. Monsenhor Tabosa, 740 – Praia de Iracema
Fortaleza – CEC, 60.165-010
Tel: 85.3083-1122

https://praiacentro.com.br/


Globotur

Duets Office Towers - R. Vilebaldo Águiar, 96 - 13 – Cocó
Fortaleza - CE, 60192-010
(85) 3261-3239
gabriel@globotur.net

http://globotur.tur.br/

Dicas de Hostel

Albergaria Hostel

R. Antônio Augusto, 111 - Meireles, Fortaleza - CE, 60110-370 - (85) 3032-9005

http://albergariahostel.com.br/home/

Iracema Hostel

R. João Cordeiro, 193 - Praia de Iracema, Fortaleza - CE, 60110-300 - (85) 3039-7833

Okay Iracema Hostel  Praia 

Rua João Cordeiro 193, Praia de Iracema, Praia de Iracema, Fortaleza, CEP 60110-301, Brasil - (85) 3039-7833

Aloha Hostel

Avenida Almirante Barroso, 913, Praia de Iracema, Praia de Iracema, Fortaleza, CEP 60060-440, Brasil – (85) 99710-2497

http://aloha-hostel.hotels-in-fortaleza.com/pt/



Entre em contato para dúvidas, criticas e sugestões, responderemos o mais breve possível.

REALIZAÇÃO

PROMOÇÃO

AGÊNCIA DE VIAGEM

ORGANIZAÇÃO